Andei Lendo

Andei Lendo: Minha Breve História de Stephen Hawking

MinhaBreveHistória

Minha Breve História
Autor: Stephen Hawking
Editora: Intrínseca
Ano de Publicação: 2013
Páginas: 144
O quanto eu gostei♥ ♥ ♥ ♥ ♥


[…] Tive e tenho um vida completa e prazerosa. Acredito que pessoas com deficiências devem se concentrar nas coisas que a desvantagem não as impede de fazer, e não lamentar as que são incapazes de realizar. No meu caso, consegui fazer quase tudo o que queria. Viajei bastante. Visitei a União Soviética sete vezes. […] Também visitei o Japão seis vezes, a China três vezes, e todos os continentes, incluindo a Antártica, com exceção da Austrália. Conheci os presidentes da Coreia do Sul, China, Índia, Irlanda, Chile e Estados Unidos. Dei palestras no Grande Salão do Povo em Pequim e na Casa Branca. Estive debaixo do mar em um submarino, no céu em um balão e num voo com gravidade zero, e marquei de ir ao espaço com a empresa Virgin Galactic. […] Fico feliz se acrescentei algo ao nosso conhecimento do universo.


Não poderia afirmar quando começou minha paixão por astronomia, cosmologia e afins. Acho que começou de mansinho, quando me peguei olhando mais para o céu do que para o chão. E como qualquer pessoa apaixonada, procurei saber um pouquinho mais e sempre sobre essa paixonite… Então que tenho alguns livros sobre o assunto, consigo identificar as constelações básicas no céu, tenho um telescópio tosco, assisto documentários, curto páginas no Face e por aí vai. Nesse pacotinho, tá incluso, é claro, admirar pessoas do ramo; uma delas é o Stephen Hawking.

Com a estréia do filme sobre a vida dele (A Teoria de Tudo. Assistam!) e dando de cara com o livro Minha Breve História no Face da Intrínseca, decidi lê-lo.

O livro é curto, tem somente 144 páginas, e Hawking dá uma boa pincelada na história de sua vida de forma bem sucinta, dando ênfase nas fases de sua vida acadêmica e falando muito brevemente sobre sua vida pessoal, principalmente depois da descoberta da doença, aos 21 anos de idade.

Sempre admirei Hawking pelos motivos óbvios. Ora, ele é um sobrevivente de uma doença degenerativa que não dá muitas chances a uma vida longa. Quando descobriu que tinha a doença, sua expectativa de vida era de dois anos, isso é, não chegaria aos 24. Ele comemorou 73 anos no dia 8 de janeiro. E apesar de todas as adversidades, ele é um cara com muito bom humor, e deixa isso bem visível no livro, com comentários engraçados e passagens divertidas da vida, como quando ele apostou com amigos (e até fez um contrato!) se havia buracos negros no universo.

Ele começa contando a sua história ainda na infância, desde de quando seus pais se conheceram, passando por seu nascimento em plena Inglaterra durante a Segunda Guerra, o nascimento de seus irmãos, seu interesse por trens (Sheldon fellings!) e por desmontar coisas, como ele teve que estudar Matemática por exigência do pai (mesmo não gostando por achar monótono), sua adolescência, sua entrada na universidade, a descoberta da doença (e de como conhecer, Jane, sua primeira mulher, tornou tudo mais fácil), suas teorias, seus livros e termina com uma mensagem linda no capítulo final (trecho destacado no início do post). Tudo isso regado a fotos lindas e inéditas de várias épocas de sua vida.

Algumas coisas que ele narra, aparecem também no filme A Teoria de Tudo (já disse para assistirem? Assistam, gente, é lindo demais!). Descobri depois, pesquisando sobre o filme, que ele foi baseado num livro escrito pela primeira esposa dele, Jane Hawking. Até achei que não tinha o livro publicado aqui no Brasil, mas tem sim!, e foi publicado o ano passado pelo Editora Única. Adivinhem se já entrou pra lista de Desejados? rsrsrsrs Tô doida pra ler!

E para quem gosta de biografias e tem interesse na história de Hawking, além de ler Minha Breve História, indico loucamente que vocês assistam o filme (já falei isso por aqui?); é uma visão diferente da mesma história. Depois de assisti-lo é que também passei a admirar a Jane. Eita, mulher de fibra! Cuidar de três filhos e do Stephen não era fácil, já que Stephen recusava ajuda de terceiros. Ela que fazia tudo sozinha!

E nem vou me prolongar mais porque a vontade é de contar sobre o filme inteiro! rsrsrsrsrs

Então é isso. Minha Breve História é um livro encantador, totalmente escrito pelo Stephen, sem ajuda de terceiros (e imaginem, não deve ser fácil! Hoje, aos 73 anos, Stephen escreve, em média, uma palavra por minuto!). A linguagem é simples, concisa e sem firulas e ganhou meus 5 coraçõezinhos justamente por isso, porque não é fácil colocar no papel, de forma simples e gostosa, uma vida complicada como a dele.

Smacks pr’ocês! ;D

Anúncios

2 comentários em “Andei Lendo: Minha Breve História de Stephen Hawking

  1. Assim que você postou no Face esse livro corri para para pedir no Plus. O meu já chegou e está aqui na fila de próximas leituras. :)
    O filme é muito lindo mesmo, pena que é focado na história do casal (afinal foi a Jane que escreveu).

    Bjocas

    Curtir

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s