Andei Lendo

Resumão do que Andei Lendo #6

O Detetive Parker Pyne – Agatha Christie
Editora Record – 187 páginas – ❤❤❤

“Na página de classificados do The Times, um anúncio insiste em provocar curiosidade nos leitores: “Você é feliz? Se não for, consulte o Sr. Parker Pyne”. Depois de 35 anos compilando estatísticas em uma repartição pública, o detetive Parker Pyne decide empregar seu conhecimento de forma inovadora: salvando casamentos, acrescentando aventura ou dando sentido à vida de seus clientes.”

Livro com 12 contos onde o excêntrico detetive Parker Pyne é o personagem comum. Diferente dos detetives os quais estamos acostumados, Pyne soluciona os mais diversos tipos de problemas (amor, roubo, engano, tédio) das pessoas que respondem ao seu anúncio peculiar. Seus métodos de resolução não são os convencionais e seu senso de humor é único. Gostei demais do personagem e fiquei triste ao saber que ele só aparece num outro livro da escritora. Gosto do fato da Agatha Christie sair do seu senso comum e tentar histórias diferentes com personagens incomuns. :) Me lembrou muito de O Misterioso Sr. Quinn.


Bear, vol. 1 – Bianca Pinheiro
Editora Nemo – 64 páginas – 

“A pequena Raven tem um problema: de algum modo ela conseguiu se perder de seus pais e de seu lar. Em sua busca, ela se depara com um urso marrom (ou seria alaranjado?) que, apesar de rabugento, aceita ajudá-la nessa empreitada. A jornada desses dois acaba de começar.”

Gente, que fofura essa HQ! Raven e Bear são divertidos, engraçados e cativantes. Os dois juntos me lembram muito Masha e o Urso. Conquistaram meu coração e viraram favoritos. <3 Dá para conhecer mais sobre a história, os personagens e a autora aqui: Bear. Não deixem de conferir e se apaixonarem também. :)


Assassinatos na Rua Morgue e Outras Histórias – Edgar Allan Poe
Editora L&PM – 160 páginas – 

“O personagem central do conto Assassinatos na Rua Morgue, o francês Monsieur C. Auguste Dupin, através de um sistema próprio de dedução baseado na sua profunda capacidade de observação dos fatos, é capaz de ler os pensamentos do seu interlocutor e desvendar um dos mais intrincados e misteriosos casos de assassinato já enfrentado pela polícia francesa – o bárbaro duplo assassinato de mãe e filha num apartamento na rua Morgue.”

Tenho minhas ressalvas com Poe. Confesso que os contos obscuros que pendem para o sobrenatural simplesmente não vejo graça. Já contos como O Poço e o Pêndulo (de longe o meu favorito), Hop Frog e O Demônio da Perversidade que falam sobre a obscuridade, não sobrenatural, mas do próprio ser humano são o que me fascinam em relação a Poe. Ele consegue transcrever o terror e criar o clima de suspense de forma única! Acho que acima dele, só Lovecraft.


O Mistério da Casa Verde – Moacyr Scliar
Editora Ática – 79 páginas –

“Um grupo de amigos, liderados por Arturzinho, decide transformar o casarão abandonado da cidade de Itaguaí em um clube no qual pudessem escutar música alta sem ouvir reclamações por causa do barulho. Ao se deparar com um grande mistério, a turma acaba recorrendo ao conto O Alienista, de Machado de Assis, no qual o mesmo casarão, a Casa Verde, havia sido um hospício para estudar os loucos da cidade. Estudando o passado do século XIX, os amigos tentam compreender o presente e desvendar o mistério.”

Minha primeira leitura de Scliar. É um livrinho infanto-juvenil com uma aventura bem voltada para o público alvo. A parte interessante fica pelo fato do autor misturar a história dO Alienista a uma nova história. Gostosinho e rápido de ler.


Smacks pra vocês! :*

Anúncios

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s