#RetratosLiterarios · Sobre Livros

Desafio #RetratosLiterarios 2018 – Primeira Semana

Para quem não me acompanha pelo Instagram (como assim, você não me acompanha? Bora lá me seguir!), um resumo das fotos do desafio #RetratosLiterarios dessa semana.

———————————————————-

Dia 01 – O Que Você Está Lendo?

Dia 02 – Livro Ilustrado

Dia 03 – Um Livro, Uma Estação

Dia 04 – Livro Não-Ficção

Dia 05 – Livro de Contos

Dia 06 – Série Literária

Dia 06 – Maior Título da Estante

———————————————————-

Você viu as fotos e resolveu participar? Não tem problema! Clique aqui pra saber como.

Smacks!

#RetratosLiterarios · Sobre Livros

Desafio #RetratosLiterarios 2018

É claro que o Desafio #RetratosLiterarios voltaria em 2018!

:-)

Para quem ainda não conhece o Desafio criado por mim e Lulu, é simples: basta tirar uma foto dentro do tema do dia e postar usando a hashtag #RetratosLiterarios. E é isso. A única coisa obrigatória é a hashtag porque assim fica bem mais fácil a gente se encontrar e se curtir.

A foto pode ser postada em qualquer rede social. Pode ser um post no blog, no Insta, no Face, no Twitter, no Tumblr, no Flickr, onde for sua a sua praia.

De resto, não há restrição alguma. Se quiser tirar foto só de alguns temas, começar no meio do desafio, usar foto que já tirou antes (desde que se encaixe no tema). Faça como seu coração mandar! Seja criativo! Reinterprete alguns do temas, veja por outro angulo. É pra ser sem muitas amarras mesmo.

O Desafio será durante o mês de abril e os temas escolhidos com muito carinho por nós são:

Desafio Retratos Literários

Se tiverem dúvidas, deixem um comentário que esclareço.

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Nos vemos em breve! Smacks! ;)

Desafio Corujesco · Projetos e Desafios · Sobre Livros

Desafio Corujesco 2018

Banner desafio corujesco 2018

2018 está aí, virando a esquina e estou muito feliz em fazer essa colab maravilhosa pelo segundo ano consecutivo com a Lulu no Desafio Corujesco! <3

Cada uma escolheu 5 temas para pautarmos nossas leituras no ano que está por vir. Espero que vocês curtam e se empolguem a participar também. Além da apresentação dos temas e da minha escolha, indicarei alguns outros livros que se encaixam no tema, para não faltar opções, caso você queira participar. :-)


Fevereiro – Uma Aventura no Mar

A maior parte do planeta está debaixo d’água. Para além disso, o mar sempre exerceu um enorme fascínio no ser humano; um lugar de mistérios, uma estrada que nos liga a lugares longínquos; uma paixão, um horror, uma aventura: o mar pode ganhar muitos significados a depender do personagem e do leitor.

Minha Escolha: As Aventuras de Pi de Yann Martel
Outras opções: 
20.000 Léguas Submarinas de Jules Verne, O Velho e Mar de Ernest Hemingway, O Lobo do Mar de Jack London, Moby Dick de Herman Melville, Mar Morto de Jorge Amado, Tubarão de Peter Benchley.

Março – Um Livro, uma Estação

Um livro com uma estação do ano no título e/ou no enredo.

Minha Escolha: Aconteceu Naquele Verão de Autores Diversos
Outras opções:
Sonho de Uma Noite de Verão de Shakespeare, O Verão que Mudou Minha Vida de Jenny Han, Neve na Primavera de Sarah Jio, Cores de Outono de Keila Gon, O Outono do Patriarca de Gabriel Garcia Marquez, O Palácio de Inverno de John Boyne.

Abril – Uma História Oriental

Fica a critério do leitor o que quer entender como oriente: uma localização geográfica, cultural ou econômica, fato é que devemos de vez em quando fugir ao eixo Europa-EUA de nossas leituras.

Minha Escolha: Balzac e a Costureirinha Chinesa de Dai Sijie
Outras opções: Os Melhores Contos Orientais de Antônio Daniel Abreu e Yara Camillo, O Livro da Paz de Heloisa Prietto, Minha Querida Sputnik de Haruki Murakami, 1Q84 de Haruki Murakami, Trilha Estreita ao Confim de Matsuo Basho, As Mil e Uma Noites de Antoine Galland.

Maio – Uma História sobre Livros

Tema bastante autoexplicativo. Quer coisa melhor que um livro que fale sobre livros?

Minha Escolha: Coração de Tinta de Cornelia Funke
Outras opções:
o ano passado fiz um post aqui no blog com uma lista de 100 livros sobre livros, vale a pena (re)ler!

Junho – Uma História de Família

Pode ser uma história que abarque gerações de uma mesma família ou um drama familiar mais conciso. Pode ser tipo aquela macarronada de domingo em que todo mundo se reúne e todo mundo se mete na vida de todo mundo ou aqueles enredos de pais e filhos que não conseguem conviver. O importante é ter família, em conflito ou em harmonia, cheia de segredos e esqueletos no armário ou que lava a roupa suja em público, o gosto é do leitor.

Minha Escolha: Extremamente Alto & Incrivelmente Perto de Jonathan Safran Foer
Outras opções:
Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Marquez, Dois Irmãos de Milton Hatoum, Precisamos Falar sobre o Kevin de Lionel Shriver, O Duque e Eu de Julia Quinn, Razão e Sensibilidade de Jane Austen, Paula de Isabel Allende.

Julho – Uma História Pós-Apocalíptica

Um livro que tenha um cenário apocalíptico ou pós-apocalíptico, onde a sociedade como conhecemos tenha sido destruída. Podem ter explodido a terra ou tornado ela inabitável; pode ser que estejamos morando nos subterrâneos ou num trem a toda velocidade… mas o conflito e as mudanças causadas pelo ‘fim do mundo’ como o conhecemos têm de aparecer por aqui.

Minha Escolha: O Circo Mecânico Tresaulti de Genevieve Valentine
Outras opções:
Vivian contra o Apocalipse de Katie Coyle, A Batalha do Apocalipse de Eduardo Spohr, O Último Homem de Mary Shelley, Eu Sou a Lenda de Richard Matheson, O Mundo Submerso de J.G. Ballard, A Estrada de Cormac McCarthy.

Agosto – Uma História em Tempos de Guerra

Uma história que aconteça no nosso mundo ou mesmo num lugar e época ficcionais: histórias que se passam em tempos de guerra são um bom exercício para entendermos empatia, coragem e desespero, para vermos o que há de melhor e pior no ser humano. São histórias necessárias, sem dúvida alguma.

Minha Escolha: Doutor Jivago de Boris Pasternak
Outras opções:
A Guerra dos Tronos de George R. R. Martin , A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak, A Guerra do Fim do Mundo de Mario Vargas Llosa, A Guerra que Salvou a Minha Vida de Kimberly Brubaker Bradley, O Menino do Pijama Listrado de John Boyne, O Diário de Anne Frank.

Setembro – Uma História narrada em Primeira Pessoa

E é isso. :-) Precisa de mais?

Minha Escolha: A Mulher do Viajante do Tempo de Audrey Niffenegger
Outras opções:  
A Amiga Genial de Elena Ferrante, O Sol é para Todos de Harper Lee, O Lobo da Estepe do Hermann Hesse,  Lolita de Vladmir Nabokov, O Lobo do Mar de Jack London, Dom Casmurro de Machado de Assis.

Outubro – Uma História que te Provoque Risos

Também não precisa explicar muito, não é mesmo? A essa altura, já estamos chegando no fim do ano e um pouco de risada para ajudar com o estresse é simplesmente necessário.

Minha Escolha: O Bíblia do Caos de Millôr Fernandes
Outras opções:
Alucinadamento Feliz de Jenny Lawson, Cotoco de John van de Ruit, A Menina de Vinte de Sophie Kinsella, A Extraordinária Viagem do Faquir Que Ficou Preso Num Armário Ikea de Romain Purtólas, Cadê Você Bernadette? de Maria Sample, Aconteceu em Paris (Molly Hopkins

Novembro – Uma história com Teoria da Conspiração

Histórias de organizações secretas que tramam e acobertam uma situação ou evento da humanidade.

Minha Escolha: O Dossiê Pelicano de John Grisham
Outras opções:
A Conspiração da Aranha de James Patterson, A Conspiração Mozart de Scott Mariani, Da Vinci do Dan Brown, O Nadador de Joakim Zander, A Conspiração de Clive Cossler, Janeiro – Conspirancy 365 de Gabrielle Lord.


Smacks pra vocês! ;)

#RetratosLiterarios · Sobre Livros

Desafio #RetratosLiterarios 2017

Bora fazer desafio fotográfico literário?

BORA!

Antes deixa eu contextualizar.

Há 7 anos, quando ainda escrevia pro Happy Batatinha, criei O Meme Literário de Um Mês, que consistia em 30 perguntas para serem respondidas durante um mês inteiro pelos blogs da vida. Fiz por três anos consecutivos e era bem legal. Muita gente participava e rolava até sorteio no final. Então. Dia desses a Lu desenterrou O Meme e perguntou se eu não tinha vontade de voltar a fazer algo parecido. Topei na hora. É claro que “meme” significa hoje algo muito diferente do que na época e os blogs ainda eram o principal meio da galera se encontrar, se comunicar e de compartilhar gosto afins. Hoje o Youtube está em alta. E temos Instagram, Facebook, Twitter… Enfim. Levando tudo isso em conta, decidimos (eu e Lu), fazer um desafio fotográfico, desses que são comuns no Instagram, sabe? A diferença é que vocês podem responder em qualquer rede social. Pode ser um post no blog, no Insta, no Face, no Twitter, no Tumblr, no Flickr, onde for sua a sua praia.

O Desafio é simples: tirar uma foto dentro do tema do dia e postar usando a hashtag #RetratosLiterarios. E é isso. A única coisa obrigatória é a hashtag porque assim fica bem mais fácil a gente se encontrar e se curtir.

De resto, não há restrição alguma. Se quiser tirar foto só de alguns temas, começar no meio do desafio, usar foto que já tirou antes (desde que se encaixe no tema). Faça como seu coração mandar! Seja criativo! Reinterprete alguns do temas, veja por outro angulo. É pra ser muitas amarras mesmo.

O Desafio será durante o mês de novembro e os temas escolhidos com muito carinho por nós são:

Se tiverem dúvidas, deixem um comentário que esclareço.

Se gostou, não deixe de compartilhar!

Nos vemos em breve! Smacks! ;)

Desafio Corujesco · Projeto Mistério Randômico

Minhas Escolhas Literárias para Desafio Corujesco 2017

Como expliquei no post de ontem, 2017 será o ano da leitura de mistérios e afins para mim e é claro que isso refletirá nas minhas escolhas para o Desafio Corujesco, capitaneado pela Lu. Os 10 livros que citarei aqui serão os únicos que já estarão definidos como leitura obrigatória para 2017; fora isso, minhas escolhas serão feitas ao sabor do vento ao longo do ano. :)

Lembrando que o Desafio vai de Fevereiro a Novembro, ficando os meses de Janeiro e Dezembro livres das leituras “obrigatórias”.

desafiocorujesco2017

Fevereiro

Um Livro que seja um Marco dentro do seu Gênero

Pode ser uma história que tenha inaugurado o gênero literário de que faz parte (Dupin do Edgar Allan Poe é considerado o início das histórias de detetives), que mudou a forma como se encara aquele gênero (porque criou um personagem arquétipo ou algo do tipo, tipo, Sherlock Holmes), que ganhou tantos prêmios que quebrou a banca ou mesmo que tenha se tornado sinônimo do gênero (Agatha Christie é um nome que automaticamente ligamos ao tema).

Minha escolha: Assassinatos na Rua Morgue – Edgar Alan Poe (marco do romance policial, conforme a Wikipedia).


Março
Um Livro que teve uma Adaptação

Basicamente, um título que tenha sido de alguma forma adaptado: ele pode ter servido de inspiração para um filme, uma série, uma história em quadrinhos, um musical… A ideia aqui é comparar original e adaptação e entender como eles dialogam entre si, se a interpretação do original ganha com a versão adaptada. Trabalho investigativo de primeira, hum?

Minha escolha: O Clube Mefisto – Tess Gerritsen (adaptado para TV com a série Rizzoli & Isles).


Abril
Uma História Baseada em Fatos Reais

O tema é auto-explicativo. Pode ser um romance inspirado numa história real ou pode ser o próprio relato do caso. Talvez até um livro-reportagem. E nada mais tenho a declarar sobre o assunto.

Minha escolha: Psicose – Robert Bloch (o autor se inspirou no serial killer Ed Gein).


Maio
Um Livro que Você tem mas Nunca Leu

Outro que não precisa de maiores explicações. Esse daqui é um mês para vasculhar na estante aquele livro que está escondido, caído atrás dos outros, em algum compartimento secreto escondido – talvez algo que você ganhou, mas nunca se empolgou muito em começar, algo de que você não sabe o que esperar. Deixe-se surpreeender!

Minha escolha: Ladrão de Casaca – Maurice Leblanc (está na minha estante há uns 20 anos, literalmente).


Junho
Uma História que se Passa no Futuro

Nesse caso, pode ser também um futuro de uma história alternativa à nossa – o que significaria que não temos como confirmar se ela está na mesma linha temporal que estamos, de forma que ele pode ser equivalente ao nosso passado. Um exemplo desse paradoxo? O Homem do Castelo Alto, de Philip K. Dick, onde temos o futuro de um mundo em que Hitler venceu a guerra.

Minha escolha: Nudez Mortal – J. D. Robb 


Julho
Um Livro que seja uma Indicação de Algum Conhecido

Eu sei que já há uma regra das randomicidades que sugere pedir sugestões, mas é algo que pode ou não ser aplicado a depender da escolha do leitor. Aqui, a sugestão se torna tema e, ei, pelo menos não estou pedindo para vocês pararem pessoas na rua pedindo indicações para elas (se bem que eu poderia fazer exatamente isso, não é mesmo?)

Indicação da Luma (obrigada!): Restos Humanos – Elizabeth Haynes


Agosto
Fazer um Diário de Contos

O desafio em específico não é apenas ler um livro de contos, mas criar um diário dos contos lidos ao longo do mês de agosto. Você pode ler um conto por dia de diferentes livros, todos os dias do mês, ou pode ler um único livro de vários contos e fazer o diário à medida que for terminando as histórias.

Minha escolha: Contos de Crime – Flávio Moreira da Costa


Setembro
Um Livro de um Autor que Você Nunca Leu

De novo, o sentido está bastante óbvio. Dê uma chance ao desconhecido. Feche os olhos e pule!

Minha escolha: O Ladrão de Arte – Noah Charney


Outubro
Uma História que Combine com o Halloween

Pode ser uma história que se passa no dia das bruxas, pode ser uma história que tenha criaturas fantásticas e outras assombrações, pode ser simplesmente uma história que te provoque calafrios. Pode ser romance, terror, aventura, suspense… o importante é que ele faça lembrar o dia das bruxas.

Minha escolha: A Noite dos Mortos-Vivos – John Russo


Novembro
Um Livro de um Autor Brasileiro

Porque é sempre bom saber o que se anda produzindo em terra brasilis. Temos bons autores policiais cá no Brasil – na minha opinião, é um gênero que se ajusta muito bem à nossa realidade. Mas, claro, vocês não precisam se restringir aos autores policiais ou mesmo escolher uma história que além do autor tenha a ação também passada por aqui. A escolha é sua.

Minha escolha: Ed Mort – Luís Fernando Veríssimo.


Que venha 2017! <3